“… Tenho 1,74m de altura; tez morena; olhos castanhos; barba espessa e preta; cabelo preto e crespo; … caíu-me a primeira mó do lado direito de cima, a segunda a contar do dente canino, em Dezembro de 1883, ou seja aos 18 anos. Caiu aos bocados, pouco a pouco, sem nunca me doer… só bebo vinho no tempo frio de inverno e primavera e quase nunca no verão, a não ser animado em algum jantar, na companhia de amigos, de maneira que passo os sete meses de mais ou menos de inverno bebendo só vinho e nunca água e o contrário ou quase nos cinco restantes…”, Abade de Baçal (n. 9 de Abril 1865 – f. 13 de novembro 1947).

Imagem: O Abade com a irmã Cândida e sobrinhos Luzia e Barnabé em Março de 1934 (do Catálogo da Exposição “Abade de Baçal – Cinquentenário da Morte, Bragança, 13 Novembro – 20 Dezembro, 1997)

 

Partilhe nas redes sociais
0

Carrinho