o alfarrabista do burgo

VENDIDO – Epistolário Ibérico

12.00

Esgotado

Descrição

Cartas de Unamuno e Pascoaes

Introdução de José Bento

O que poderá levar um basco, nascido naquela pátria do norte, nebulosa, húmida, onde os homens se auto-refugiam, que estuda na grande Madrid, a fixar-se nas pedras de Salamanca e reinar na cátedra e na Universidade? E um ‘solitário da montanha’ nunca seduzido pelas grandes urbes, fossem Coimbra, Porto ou mesmo Lisboa, a voltar sempre ao seu lugar, tão longe e tão alto, tão longe da terra e tão próximo do céu? Unamuno e Pascoaes, apesar dos anos e da distância que os separava, teriam, naturalmente algo em comum. E daquele primeiro encontro em Salamanca, em 1905, que Eugénio de Castro promoveu, nasceu uma relação que a epistolografia comprova. Da primeira e tímida carta de Pascoaes a Unamuno até às últimas, que o tempo foi espaçando.

Assírio & Alvim, 1986

Partilhe nas redes sociais

Brand

Miguel de Unamuno

Teixeira de Pascoaes

0

Carrinho